0

Sobre demonstrar

Quantas vezes você pode ter perdido momentos especiais por medo de dar um passo além? Por medo de dizer aos outros o que eles são capazes de fazer com você?

Demonstra, porra! Arrisque-se, bote a cara tapa e talvez ganhe beijos. Demonstrar seja lá o que for é ato de coragem, privilégio de corajosos.

É impossível conhecer uma pessoa por completo ao ponto de adivinhar o que ela pensa totalmente a seu respeito, então, demonstre e só assim será compreendido.

Talvez todo esse jogo de defesa, toda essa retranca venha da infância em que ecoa a frase “engole o choro”. Quando somos crianças os sentimentos são tão aflorados e nem sempre há incentivo de demonstra-los, e por isso, esses adultos fechados e incompreendidos.

Somos ensinados, na maioria das vezes, que não é bom demonstrarmos nossas fraquezas e com isso reprimimos o que sentimento sem ao menos perceber.

Aprendemos sobre ser forte, sobre não fraquejar em momentos difíceis e em hipótese alguma demonstrar fraqueza em qualquer situação e muitas das vezes conseguimos, mas, a troco de quê?

O que você sente precisa de liberdade. Essa história de não demonstrar as vulnerabilidades faz com que não demonstremos nem para o bom sentimento nem para o ruim. Demonstrar é um ato de  intensidade e coragem.

Demonstre, porra!

Anúncios