Lola por Tami

Era uma vez uma garota que tinha o apelido que caberia em qualquer gata, essa garota, gata, teimava em querer, querer de tudo, querer sem dó, querer demais e mal sabia ela que de tanto querer, de tanto criar vontades, se decepcionava.

Essa mesma garota ainda não notou por completo, que só se deve olhar pelos outros quando esses outros te olham de volta, é muito mais gostoso trocar olhares. Lola troca frases, textos, brinca de ser poesia,

Se olhou no espelho e descobriu o que eu já sábia. O espelho refletiu exatamente o que ela tanto queria.

Saiu de casa, sorriu pra vida e ganhou o mundo. Lola talvez não tenha notado ainda que o céu só tem limites para quem não sonha em ir á lua.

Pobre Lola, com todas suas lolices, não sabe da metade do que é capaz, não sabe o quão alto pode subir muito menos o quão longe pode chegar.

Hoje Lola ganhou um sorriso de volta, nescau e colo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s